‘Amigos do Musa’ convida a população para vivenciar e conhecer o Museu da Amazônia

Formado por um grupo heterogêneo, com empresários, pesquisadores, engenheiros, estudantes e grupos como o Global Shapers e Family Business Network, os “Amigos do Musa” estão abertos a novos integrantes

“Um museu sem paredes, com uma exposição permanente: a floresta amazônica, uma das mais belas do mundo”, a definição do empresário Denis Minev é um verdadeiro convite para conhecer o Museu da Amazônia, o Musa. Ele, que é Presidente do Conselho do espaço, é um dos mentores do “Amigos do Musa”, um grupo formado para pensar em ações focadas em a atrair mais visitantes e financiadores para a organização não-governamental.

Formado por um grupo heterogêneo, com empresários, pesquisadores, engenheiros, estudantes e grupos como o Global Shapers e Family Business Network, os “Amigos do Musa” estão abertos a novos integrantes que tragam ideias e incentivem a atividades variadas, especialmente no Jardim Botânico, localizado em uma área mais distante do centro de Manaus – o bairro Cidade de Deus. “O projeto surgiu dessa necessidade de se comprometer em ajudar o museu a crescer, em se incluir mais gente e mais financiadores. Por ser um pouco distante, poucos amazonenses frenquentam o lugar”, comenta Denis.

Segundo dados do Musa, dos 3 mil visitantes mensais apenas 30% são amazonenses. As excursões escolares correspondem a outros 20% de visitas de pessoas que moram na cidade. Mas são os turistas, em especiais os estrangeiros, os principais frequentadores. “Eles correspondem a 50% – e só 20% são brasileiros.”, diz Ennio Candotti, diretor-geral do Musa.

De acordo com ele, valores arrecadados com as entradas correspondem a 15% da receita do museu, que também recebe verba de convênios com instituições como Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Fundação de Amparo a Pesquisa (Fapeam), entre outras. “Precisamos de mais apoios para desenvolver novos projetos. Essa ação é essencial para atrair a população e apoiadores”, afirma o diretor.

Para o próximo mês, o “Amigos da Musa” está com uma programação especial com cursos e oficinas, como “transformação reutilizando PETS”, “Printe e Brinque”, curso de desenho e brincadeiras como “Caça ao tesouro” e ao “Pokemon Go”, entre outras. O endereço é Av. Margarita (antiga Uirapuru), s/n, Cidade de Deus . O site é www.museudamazonia.org.br

Atividades para apreciar o local das alturas

Com um espaço que ocupa 100 hectares da Reserva Florestal Adolpho Ducke, o Museu da Amazônia dispõe de muitas atrações como trilhas, orquidário, aquário, borboletário etc. Um dos destaques, sem dúvidas, é a Torre do Musa com 42 metros de altura, capaz de proporcionar ao visitante uma vista panorâmica do lugar e, em especial, do nascer e pôr do sol.

O cenário foi o escolhido para o “Coquetel nas Alturas”, realizado na última quinta-feira como abertura das atividades dos “Amigos do Musa”. Aproximadamente 60 pessoas estiveram presentes.

Aos interessados em conhecer a torre, amanhã ela terá uma atividade do “Vem passarinhar”, onde o visitante poderá participar da experiência nas alturas. O encontro com o guia será a partir das 7h, na entrada do musa. A caminhada e subida será iniciada às 7h15. O ingresso custa R$ 30 (estudantes e idosos pagam meia entrada). Incrições pelo agendamento@museudaamazonia.org.br.

Programação

Todos os dias Distribuição de feijão no algodão
Caça ao tesouro (animais) na trilha
PokemónGo
Curso de desenho

10/10 – Oficina de PET
10/10 – Apresentação de dança e pintura indígena
10/10 – Oficina Printe e Brinque

Por: Lídia Ferreira
Fonte: A Crítica

Deixe um comentário