Motim em presídio de Marituba chega ao fim com reféns liberados

Detentos realizaram um motim no PEM I na manhã desta quinta-feira, 29. Com negociação de 7 horas, motim acabou às 13h.

O motim de detentos no Presídio Estadual Metropolitano 1 (PEM 1), no Complexo Penitenciário de Marituba, na região metropolitana de Belém, chegou ao fim na tarde desta quinta-feira (29).  A negociação durou aproximadamente 7h, quando cinco agentes penitenciários, que eram mantidos reféns, foram liberados.  Nenhuma fuga foi registrada e ninguém ficou ferido.

De acordo com a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), os detentos reivindicaram questões ligadas à análise processual e tratamento penal, com denúncias de maus tratos por parte de servidores que serão investigados pela Corregedoria da Susipe.

O motim iniciou por volta das 6h20, no bloco central da unidade, quando detentos renderam seis agentes prisionais durante a entrega do café da manhã. Cerca de 700 detentos seguem amotinados dentro da unidade. O PEM I tem capacidade para 404 internos, mas custodia 822, mais do que o dobro da capacidade.

A negociação foi intermediada pelo juiz João Augusto de Oliveira Júnior, titular de 2ª Vara de Execuções Penais de Belém, e teve fim às 13h quando os agentes que estavam reféns foram liberados.

Fonte: G1

Deixe um comentário