Bombeiros do AP fazem buscas por professor desaparecido em naufrágio

Acidente fluvial ocorreu no rio Macacoari, no interior de Itaubal. Professor era o único na embarcação que não sabia nadar, dizem bombeiros.

O Corpo de Bombeiros do Amapá faz desde de domingo (23) buscas no rio Macacoari, em Itaubal, a 103 quilômetros de Macapá, atrás do professor Erenilson Batista de Araújo, desaparecido na manhã do mesmo dia após sofrer um naufrágio.

Segundo os bombeiros, a embarcação, que seguia com o professor para Macapá, é de pequeno porte e viajava com mais três educadores, que lecionam na Escola da Família, em Itaubal. Erenilson Araújo era o único que não sabia nadar.

Atuam nas buscas seis militares dos bombeiros em duas embarcações. O barco com os professores teria naufragado próximo ao porto Pau Cavado. O local é praiano e tem fortes correntezas provocadas por maresias intensas.

“Intensificamos pela manhã, mas não conseguimos achar nenhum indício. Investimos o dobro da embarcação para ver se facilita as buscas, levando em consideração as marés, que são intensas. Alguns comentários indicam que provavelmente foi devido a essa maresia que a embarcação veio tombar. Das quatro, três pessoas sabiam nadar”, disse o capitão dos bombeiros, Orielson Pantoja.

A equipe dos bombeiros é composta por mergulhadores. Eles fazem buscas pela superfície do rio e entram na água quando existe algum local com indício onde a vítima possa ser encontrada.

“Eles decidem de maneira organizada, levando em consideração a maré. Quando tivermos indícios de um local específico, colocamos mergulhadores”, explicou o oficial dos bombeiros.

Fonte: G1

Deixe um comentário