Katukinas fecham rodovia no Acre contra mudanças na saúde indígena

Índios alegam que mudanças retiram autonomia de lideranças. Dois bloqueios foram montados por cerca de oito horas.

Katukinas fecharam rodovia em Cruzeiro do Sul contra mudanças em saúde indígena (Foto: Anny Barbosa/G1)
Katukinas fecharam rodovia em Cruzeiro do Sul contra mudanças em saúde indígena (Foto: Anny Barbosa/G1)

Indígenas da etnia Katukina fecharam, na manhã desta quinta-feira (27), por cerca de oito horas, dois trechos da BR-364 em Cruzeiro do Sul, que fica próximo das terras indígenas. O protesto foi contra a municipalização da saúde indígena, mudança que foi anunciada pelo governo federal, mas revogada ainda nesta quinta.

Os indígenas protestavam contra mudanças divulgadas pelo Ministério da Saúde pelas portarias 1.907 e 2.141, que acabavam com a autonomia financeira e orçamentária da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) e dos 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI’s) na gestão de recursos.

O coordenador substituto da Fundação Nacional do Índio (Funai), Jairo Lima, informou que por volta do meio-dia [15h, no horário de Brasília] os indígenas liberaram a rodovia após a revogação dessas mudanças no Diário Oficial da União.

Um dos líderes indígenas, Petrônio Katukina informou que a manifestação iniciou às 4h com o objetivo de repudiar as mudanças na administração da saúde indígena. “Isso não é só nós, é todo o Brasil. O ministro quer acabar com a Sesai e esse decreto só vai nos prejudicar. A saúde é um direito nosso. É como se ainda hoje o índio fosse massacrado”, reclamou.

O cacique da aldeia Waninawa, Maurício Katukina, de 53 anos, disse que teme que volte a ser como antigamente quando os doentes eram levados dentro de redes até a cidade de Cruzeiro do Sul para conseguir atendimento. “Nosso medo é acabar a Sesai e voltar a ser como era antes. Nos carregavam em redes para cidade e muitas vezes índios morriam na viagem. Tenho medo que isso volte acontecer”, explicou.

Os indígenas liberaram as duas barreiras após o decreto publicado na manhã desta quinta (27) no Diário Oficial da União revogando as mudanças na saúde indígena como a municipalização e a autônima de recursos.

Fonte: G1

Deixe um comentário