Pará teve 157 focos de queimadas no início de outubro, aponta Semas

O Pará teve 157 focos de queimadas nesta segunda-feira (3).(Foto: Secretária de Meio Ambiente/Divulgação)
O Pará teve 157 focos de queimadas nesta segunda-feira (3).(Foto: Secretária de Meio Ambiente/Divulgação)

Dados divulgados pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) nesta segunda-feira (3) apontam que no período de 29 de setembro a 2 de outubro, o Pará obteve 157 focos de queimadas distribuídas em 39 municípios.

De acordo com a Semas, o alto risco de fogo ficou restrito a região nordeste, Marajó e alguns pontos isolados na região sudeste e Calha Norte. Os municípios que obtiveram maiores registros de focos de queimadas foram: Santana do Araguaia (16 focos), Pacajá (11 focos), além de Novo Repartimento e Marabá (ambos com 10 focos).

Segundo a Semas, queimadas provocadas em florestas é considerado um crime ambiental. Conforme consta no artigo 50 do Decreto Federal 6.514/2008 incorre em infração destruir ou danificar florestas ou qualquer tipo de vegetação nativa ou de espécies plantadas sem autorização ou licença da autoridade ambiental competente, resultando em multas a partir de R$ 5 mil por hectare.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*