Visão de Longo Prazo para a Pecuária Brasileira: Impactos da Implementação do Código Florestal e da Redução de Desmatamento

AUTORES Leila Harfuch, Gustavo Palauro, Willian Kimura

Historicamente, a evolução da pecuária nacional sempre acompanhou a ocupação territorial, expandindo a produção e promovendo o desenvolvimento econômico de diversas regiões brasileiras. Estima-se que, de 2010 a 2013, a área alocada para pastagens ocupou de 19% a 23% de todo o território nacional, o que representa entre 164 e 198 milhões de hectares, dependendo da fonte considerada.

O avanço da área de pastagens sobre áreas até então cobertas por vegetação nativa trouxe o debate a respeito da relação entre a atividade pecuária e o desmatamento. Considerando a importância da pecuária de corte no Brasil e os recentes esforços para redução no desmatamento nacional, este estudo tem como objetivo apresentar os principais desafios relacionados à expansão produtiva sustentável, conciliando produção e conservação ambiental. A abordagem apresentada inclui estimativas dos impactos da implementação do Código Florestal e da redução do desmatamento sobre a atividade pecuária brasileira, considerando a expansão de longo prazo das principais atividades agropecuárias do Brasil.

Fonte: Input

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*