Indígenas interditam trecho da BR-316, em Santa Maria do Pará

Grupo bloqueou rodovia no trevo de Santa Maria por cerca de uma hora. Eles denunciam a precariedade do atendimento à saúde indígena no Pará.

Um grupo de indígenas das etnias Tembé, Assurini, Timbira, Kaapo, Gavião, Kaxuiana e Waiwai interditaram por cerca de uma hora, durante a manhã desta sexta-feira (18), um trecho da rodovia BR-316, no município de Santa Maria do Pará, nordeste do estado.  Equipes da Polícia Rodoviária Federal foram enviadas ao local e negociaram a liberação da pista, que deve voltar a ser interditada, segundo os manifestantes.  Após negociações intermediadas por agentes da PRF, rodovia foi liberada às 17h50.

Segundo a PRF, os indígenas denunciam a precariedade do atendimento à saúde indígena no Pará. Eles protestam contra a PEC 241, contra a municipalização da saúde indígena e pelo fortalecimento da Secretaria Especial da Saúde Indígena (Sesai), órgão do Governo Federal que possui 34 distritos em todo o país e responsável por garantir infraestrutura e atendimento aos índios.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o bloqueio ocorre km 104, no trevo de Santa Maria, que é uma das vias de entrada e saída da capital e região metropolitana de Belém.

Protestos Indígenas de várias etnias protestam há um mês pelo estado. Eles querem que seja nomeado um indígena para coordenar a Sesai do distrito Guamá Tocantins, que corresponde à área do Pará e conta com orçamento de R$ 17 milhões por ano. De acordo com os líderes das tribos, não é observada a utilização da verba nos programas de atendimento às comunidades indígenas.

Fonote: G1

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*