Amapá registra a primeira morte por chikungunya, confirma governo

Vítima é uma mulher de 46 anos; morte ocorreu em Santana. Apesar do óbito, casos da doença caíram 84% entre 2015 e 2016.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou nesta quarta-feira (28) a primeira morte de paciente infectado pela febre chikungunya no Amapá. O óbito ocorreu em Santana, a 17 quilômetros de Macapá, e foi constatado somente no boletim epidemiológico emitido de terça-feira (27), após investigação da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (CVS).

De acordo com o governo, a vítima é uma mulher de 46 anos. Ela contraiu malária no mesmo período da febre e morreu internada em 29 de setembro no Hospital Estadual de Santana. A vítima teria sentido os sintomas somente 20 dias antes de morrer. A mulher morava em Macapá, mas trabalhava em Mazagão e Santana.

Apesar da morte, a Sesa diz que houve redução de registros de chikungunya no Amapá. Nas primeiras 51 semanas do ano, foram confirmados 171 casos, uma diminuição de 82% em comparação ao mesmo período de 2015, quando 951 pessoas foram infectadas.

O boletim também mostrou que o registrado nos 16 municípios caiu em relação a dengue, no mesmo período, passando de e 2.932 em 2015 para 1.618 neste ano, o que representou queda de 44,8% nos casos.

Fonte: G1

Deixe um comentário