Artemisia anuncia vencedores do Desafio Natura Amazônia

Quatro startups com projetos de impacto socioambiental na região receberão mentorias exclusivas da aceleradora

Os projetos Asproc; Arcafar; Da Tribu e MEU foram os vencedores do Desafio Natura Amazônia. Essas startups passaram por um programa de pré-aceleração de negócios realizado pela Artemisia e pela Natura. O objetivo da aceleradora e da fabricante de cosméticos era apoiar empreendedores com soluções de impacto socioambietal com foco na região amazônica.

Depois de receber 140 inscrições, a aceleradora escolheu 17 projetos. Os empreendedores passaram cinco dias nas cidades de Belém e Benevides (PA) e visitaram uma comunidade agroextrativista da região. Ao final desse período, quatro projetos foram premiados para permanecer recebendo apoio da Artemisia.

A MEU, que se chamava Movimento de Empreendedorismo Universitário, pretende conectar os estudantes urbanos e os rurais. Para isso, a fundadora Clarissa Melo criou uma metodologia que aproxima o conhecimento disponível nas universidades e os pequenos empreendedores. O negócio tem atuação em Manaus e quer atingir mais cidades no interior do Amazonas.

A Da Tribu oferece capacitação e emprego para mulheres de baixa renda por meio da moda sustentável e tecnologia da floresta. Outra vencedora, a Associação dos Produtores Rurais de Carauari (Asproc), trabalha num nicho específico: potencializar a cadeia produtiva do pirarucu, peixe nativo da região amazônica.

Por último, a Associação Regional das Casas Familiares Rurais do Pará (Arcafar) quer incentivar jovens da região paraense oferecendo cursos técnicos relacionados à agroindústria.

O desafio está inserido no Programa Amazônia, que foi criado pela Natura e tem como objetivo fomentar novos modelos de negócios para a região amazônica.

Por: Raphael Ferreira
Fonte: DCI

Deixe um comentário