Chuva forte deixa Manaus com bairros alagados

Defesa Civil atendeu cerca de 30 ocorrências até o fim do dia

O domingo (22) foi de chuva forte em Manaus. Diversas regiões da capital amazonense ficaram alagadas. Casas foram inundadas e os muros de duas escolas e de uma unidade de saúde caíram com a força da água. O fornecimento de energia elétrica foi interrompido em pelo menos 17 pontos da cidade.

As equipes da Defesa Civil atenderam cerca de 30 ocorrências até o fim do dia. A maioria registrando alagamentos e desabamentos de casas nas zonas leste, sul, norte e centro-oeste de Manaus. Não há informações sobre feridos e algumas famílias de regiões de risco foram orientadas a deixarem as casas.

Hoje começa um mutirão para a retirada de entulhos das duas escolas municipais que tiveram os muros derrubados com a força da chuva. A região mais atingida foi a zona norte da cidade, onde choveu quase 90 milímetros.

A chuva desse domingo é resultado de uma Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) que se estende desde o sul do Amazonas, Mato Grosso e Goiás, em direção ao sudeste brasileiro.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o prognóstico para o Norte, neste verão, é de forte variabilidade na distribuição de chuvas, com probabilidade de precipitação acima do normal no Amazonas, Pará e Tocantins. Acre e Rondônia poderão apresentar irregularidade na distribuição das chuvas.

No ano passado, o Norte atravessou um primeiro semestre muito seco e sofreu uma das maiores estiagens na região, chegando a apresentar áreas de seca extrema.

Outros destaques do Jornal da Amazônia 2ª edição desta segunda-feira (23): – Na Amazônia, o Pará foi o estado que mais perdeu vagas de emprego no ano passado; – Defensores públicos alertam para a situação de presídios no Tocantins e no Maranhão; – Período chuvoso traz preocupação com viroses.

O Jornal da Amazônia – 2ª edição vai ao ar, de segunda a sexta-feira, às 12h20, pela Rádio Nacional da Amazônia.

Fonte: Jornal da Amazônia

Deixe um comentário