Novela global das seis vai ter nome de município do Mato Grosso

Para estudar os costumes dos índios e aprender mais sobre a história, Simas viajou para o Parque do Xingu

Ator Rodrigo Simas nas gravações de Novo Mundo, próxima novela das seis da Globo
Ator Rodrigo Simas nas gravações de Novo Mundo, próxima novela das seis da Globo

Para interpretar seu personagem em Novo Mundo, próxima novela das seis, Rodrigo Simas teve que radicalizar o visual. Ex-Malhação e vencedor da Dança dos Famosos em 2012, o galã de 25 anos dará vida ao índio Piatã e, para se adaptar ao visual do nativo brasileiro, cortou o cabelo com uma franjinha bem no meio da testa.

Em imagens divulgadas pela Globo, o ator aparece também com colares de penas típicos da cultura indígena.

Piatã será o primeiro papel de Simas em uma novela desde 2014, quando interpretou o vilão Beto em Boogie Oogie. As gravações de Novo Mundo, que estreia em março, já começaram, e o personagem do ator é um índio que foi adotado por uma família branca e cresceu na Europa. No entanto, ele não se esquece de suas raízes e usa acessórios indígenas.

O personagem é irmão de criação de Anna, interpretada por Isabelle Drummond. Ciumento e protetor, Piatã vai interferir no relacionamento dela com Joaquim (Chay Suede), por acreditar que o jovem é apenas um aventureiro e não tem intenções sérias com a moça.

Para estudar os costumes dos índios e aprender mais sobre a história do Brasil, Simas viajou para o Parque Indígena do Xingu, no Mato Grosso. Além dele, outros atores de Novo Mundo, como Chay Suede, Giullia Buscacio, Jurema Reis e Allan Souza Lima fizeram laboratório no local.

A trama de Novo Mundo se passa no Brasil do século 19, entre 1817 e 1822. A novela marcará a estreia de Thereza Falcão e Alessandro Marson como autores da Globo.

Município de MT

Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Novo Mundo, pela lei estadual nº 6685, de 17-11-1995, desmembrado do município de Guarantã do Norte. Sede no atual distrito de Novo Mundo. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1997.

Em divisão territorial datada de 2001, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

O território do atual município de Novo Mundo foi habitado por nações indígenas, especialmente povos xinguanos. No tempo da entrada dos brancos, foi encontrado o povo Kreen-aka-rorê. Os projetos de colonização, com incentivos do governo estadual e federal, entravam em fase de execução e a pressa empurrava os trabalhadores a executarem uma penetração em ritmo acelerado. Fator determinante para o povoamento desta região foi a abertura da BR-163, rodovia Cuiabá-Santarém, em cujas margens proliferaram inúmeros núcleos de colonização, dos quais alguns tomaram-se grandes cidades.

A região onde está assentado o município de Novo Mundo é muito rica em minérios. A exemplo do que ocorreu nas circunvizinhanças, o ouro foi encontrado abundantemente em seu solo.

O começo da povoação foi a partir de uma currutela garimpeira. Houve acentuada procura pelo minério a partir de 1979-1980, com a vinda de muitas famílias na região.

Posteriormente, visto que eram na verdade, imensos vazios demográficos, onde o elemento humano nativo já havia sido expulso, optou-se pela vinda de famílias de colonos agricultores, vindas do sul do país. O assentamento foi executado pelo INCRA.

Com o tempo a atividade garimpeira tornou-se cara, pouca gente se aventurava a investir ?tudo que tinha?.

A denominação do novo município, segundo o Sr. Cláudio da Cunha Barbosa, ex-prefeito municipal, é referência à mineradora Ouro Novo. Mais tarde, em roda de amigos, sugeriu a denominação Novo Mundo, que designava um novo Eldorado, um mundo novo. Pode haver, no entanto, uma ligação com a cidade de Mundo Novo, em Mato Grosso do Sul, visto que muitos colonos do Projeto de Assentamento Braço Sul, vieram daquele município.

Em maio de 1983, chegou o restante dos colonos que haviam ficado no Paraguai e em Mundo Novo — MS, aguardando decisão do INCRA para ocuparem seus lotes e completarem o número de 500 famílias a serem assentadas neste projeto.

Fonte: 24 Horas

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*