José Melo coloca BR-319 como prioridade

A falta de estrutura da estrada que liga o Amazonas ao resto do país traz prejuízo ao escoamento da produção do Polo Industrial de Manaus (PIM)

O governador José Melo não mede esforços para ligar o Amazonas ao resto do país. Desta vez, o apelo veio durante a solenidade de lançamento da nova Matriz Econômica Ambiental. “Tire o Amazonas do isolamento”, segundo Melo a saída está na conclusão da BR-319, rodovia que liga Manaus (AM) a Porto Velho (RO). Desta vez, o apelo ao presidente Temer vai através de um forte aliado, o ministro do Ministério de Meio Ambiente (MMA), José Sarney Filho, que vem apoiando as ações de combate ao desmatamento e a pobreza no Sul do Estado, visitando as áreas degradadas com a Caravana Verde e assim dar soluções efetivas para cada caso.

A solenidade foi realizada nesta quarta-feira (8) no auditório da sede do governo do Estado, na av. Brasil, nº 3.925, Compensa 2, zona Oeste de Manaus. Além de anunciar a Matriz Econômica Ambiental como política de Estado e lançar o programa MS Amazonas para reduzir o desmatamento nos municípios localizados no Sul do Estado, o governador José Melo aproveitou a presença do ministro do Meio Ambiente para propor soluções e acabar com os problemas na BR-319 transformando a rodovia numa estrada-parque. “Dessa forma não prejudicaria nenhuma das 20 unidades de preservação presentes no trecho do meio da BR-319”, explicou.

Segundo Melo, a falta de estrutura da estrada que liga o Amazonas ao resto do país traz prejuízo ao escoamento da produção do Polo Industrial de Manaus (PIM) e ainda isola o Estado. “Criaríamos uma proteção naquele trajeto, como uma forma de envelopamento com gradil e monitoramento para garantirmos a preservação daquela área riquíssima em biodiversidade. Isso já foi feito em outros lugares do mundo e pode também”, argumentou.

Cauteloso, o ministro Sarney disse que o governo federal está aberto a propostas e que a sugestão será avaliada pela equipe técnica do ministério.  “Tudo é possível.  A minha presença aqui no Estado do Amazonas, faz parte de uma iniciativa do Ministério que visa percorrer todos os Estados da Amazônia.  Conversar com os entes federados (Estados e municípios), apontar caminhos e soluções para que possamos diminuir o desmatamento na região e ao mesmo tempo oferecendo alternativas econômicas que possam viabilizar o desenvolvimento sustentável, o combate a pobreza e a inclusão social”, ratificou.

Fonte: Portal Amazônia

Deixe um comentário