Sarney Filho analisa desafios para 2017

Em reunião com a Frente Parlamentar Ambientalista, ministro destaca redução do desmatamento e licenciamento como prioridades.

O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, disse que a Frente Parlamentar Ambientalista no Congresso Nacional representa um ponto de vanguarda e de luta contra retrocessos, a favor da sustentabilidade.

Ele participou, nesta quarta-feira (15/02), do encontro de abertura dos trabalhos da Frente, com a participação do novo coordenador, o deputado federal Alessandro Molon (Rede/RJ), que sucede a Ricardo Tripoli (PSDB/SP) na função.

Sarney Filho destacou a atuação da Frente Parlamentar em questões como a votação de projetos de lei que tratam sobre questões importantes como o licenciamento ambiental e na força-tarefa que permitiu a ratificação, de forma célere, do Acordo de Paris, pelo Brasil.

O ministro também fez um balanço da sua gestão à frente do MMA, destacando como desafios para este ano a reversão da tendência de aumento do desmatamento na Amazônia; a votação da Lei de Licenciamento e o aumento das unidades de conservação, bem como da parceria com o setor privado para a sua gestão, a exemplo do que acontece no Parque Nacional de Foz do Iguaçu (PR).

De acordo com Sarney Filho, um diferencial de sua gestão é o esforço em intensificar o diálogo com a sociedade civil e fortalecer a relação com os estados, por meio dos governos e das secretarias de meio ambiente. “Não dá para fazer política ambiental sem isso”, afirmou.

Fonte: MMA

Deixe um comentário