Está no ar o Prêmio Juliana Santilli de Agrobiodiversidade

Iniciativa do ISA, da Associação Bem-Te-Vi Diversidade e da Editora Mil Folhas do IEB, as inscrições estão abertas e encerram-se em 20 de junho

Quem trabalha com temas como segurança alimentar, sistemas agrícolas, agrobiodiversidade, direitos coletivos, certamente conhece o trabalho de Juliana Santilli. Advogada dedicada aos direitos coletivos, ela apontou caminhos jurídicos para a defesa do direito à alimentação adequada, à diversidade agroalimentar e a um ambiente saudável, além da necessária construção de relações mais justas e solidárias entre produtores e consumidores.

Em sua homenagem,o Instituto Socioambiental, a Associação Bem-Te-Vi Diversidade e a Editora Mil Folhas do Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB), lançaram a primeira edição do Prêmio Juliana Santilli de Agrobiodiversidade. As inscrições estão abertas e encerram-se em 20 de junho próximo. Saiba tudo sobre o prêmio clicando aqui.

A ideia é premiar iniciativas, individuais ou coletivas, que fazem a diferença, promovendo a ampliação, a conservação, o acesso, a distribuição ou o uso de produtos da agrobiodiversidade e, ainda, a produção intelectual sobre o tema. O prêmio aponta também para a necessidade de defesa do direito à alimentação adequada, à diversidade agroalimentar e a um ambiente saudável, por meio da discussão de normas de produção e uso dos alimentos, e também de ações voltadas ao reconhecimento, valorização e sustentabilidade social, cultural e ambiental de diferentes sistemas agrícolas, bem como à renovação de práticas de produção, acesso e uso de produtos da agrobiodiversidade.

Em seu pioneirismo na defesa dos direitos e conhecimentos dos povos indígenas e de outros povos e comunidades tradicionais, Juliana avançou, abrindo caminhos e estimulando reflexões inovadoras. Uma dessas frentes é a que se quer privilegiar com esse prêmio, a diversidade agrícola, sua conexão com o conhecimento e as práticas tradicionais e suas relações com a vasta biodiversidade brasileira.

Concebido para dar continuidade a esse trabalho revolucionário e pioneiro, o prêmio incentiva iniciativas individuais e coletivas inovadoras no campo da agrobiodiversdidade. Podem ser contempladas experiências sociais ou estudos que contribuam para a ampliação, conservação, distribuição ou uso de produtos da agrobiodiversidade mas também para o acesso ao alimento, uma vez que essas dimensões se retroalimentam.

O desafio da conservação da agrobiodiversidade não passa apenas pelas formas de produção que em geral precisam resistir a um modelo homogeneizador, mas também pelas demandas do “mercado” que conspiram contra a diversidade. É também um incentivo à publicação de debates e reflexões sobre o tema.

As fichas de inscrição estão no site http://www.juliana-santilli.org e a documentação deve encaminhada para o endereço:

Prêmio Juliana Santilli – 2017
Instituto Socioambiental – ISA
SCLN 210 Bloco C sala 112
70862-530 – Brasília – DF

O prazo final é 20 de junho e não serão aceitas propostas após essa data.  Vale o carimbo dos Correios com a data.

Fonte: ISA

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*