Animais incorporam cantoras do feminejo e revelam a influência cotidiana da principal lei ambiental do Brasil

A campanha com animações e jingles educativos sobre o Código Florestal é iniciativa de uma rede com 25 organizações.

“Essa é uma nascente, eu estou protegendo. Essa é uma encosta, eu estou protegendo. Mata ciliar estou recuperando.” Os versos da campanha “Tome conta!” fazem referência às Áreas de Preservação Permanente, as chamadas APPs. Segundo o Código Florestal, elas garantem a quantidade e a qualidade da água e do solo. Uma medida de proteção às APPs é a necessidade de autorização dos órgãos competentes para a intervenção em nascentes e encostas. Diferentes aspectos da lei nº 12.651/2012 são apresentadas em quatro episódios animados e musicados da campanha realizada pelo IPAM (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia) e pelo Observatório do Código Florestal, formado por 25 entidades da sociedade civil.

Similar ao Código Civil e ao Penal, que regulam as relações privadas e sociais do convívio em comum, o Código Florestal normatiza o tratamento da vegetação e os usos do solo, em especial para as atividades produtivas no meio rural. A legislação assume o compromisso com a preservação das florestas, da biodiversidade e da água. Quando o consumidor entende a função das normas, pode controlar e demandar produtos agrícolas que respeitem o Código Florestal, garantindo o ar limpo, a qualidade da água e o clima estável.

O conteúdo da campanha está disponível no site www.tomeconta.org.br. A primeira animação, estrelada por uma Sapa aborda características gerais do Código Florestal, como a proteção das APPs e das reservas legais. O vídeo protagonizado pela Cachorra revela o caminho dos alimentos desde o campo até o supermercado, lembrando que “mesmo consumindo, você pode preservar”. A dupla sertaneja das Abelhas explica o conceito dos serviços ambientais, que fornecem chuva, nutrientes e o controle do clima. Por fim, a Gata lembra da importância da transparência.

Os jingles e as animações foram produzidos pela Forest Comunicação, agência especializada na pauta socioambiental. A opção pelo feminejo – o sertanejo cantado por mulheres – é uma estratégia para transmitir a mensagem educativa de uma forma atraente, utilizando elementos da cultura pop para facilitar a disseminação do conteúdo. O Código Florestal faz parte da sua vida. Tome conta!

Fonte: Forest Comunicação

Deixe um comentário