Além da ‘tatuagem’, Wladimir Costa tem trajetória polêmica no Congresso

Cadê o Dinheiro: repórter secreto do Fantástico mostra as outras polêmicas que marcam a trajetória política desse deputado, que tatuou nome de Temer.

O Brasil todo tem acompanhado como é polêmica a atuação no Congresso Nacional do deputado paraense Wladimir Costa, aquele da tatuagem do presidente Michel Temer. O repórter secreto do Fantástico mostra as outras polêmicas que marcam a trajetória política desse deputado.

No Congresso, ele é teatral. Faz declarações de amor quando menos se espera, mas também sabe ser bastante agressivo. Marcou na pele a fidelidade ao presidente, só que a tatuagem não era para valer. Uma pintura que se apagou.

Wladimir Costa, do Solidariedade, não aparece em jogada suspeita: um desvio de R$ 230 mil de dinheiro público na terra dele, o Pará. Mas, mesmo assim, R$ 230 mil sumiram num projeto esportivo de uma ONG dirigida por um assessor do deputado. O assessor parlamentar dele, na verdade era uma espécie de testa de ferro.

Fonte: Fantástico

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.