Focos de calor na Amazônia aumentaram quase 100% em dez anos

O número de focos de calor na Amazônia Legal no mês de setembro aumentou quase 100% em relação à media dos últimos dez anos. Os dados foram apresentados pelo Corpo de Bombeiros de Mato Grosso. No estado, os focos de calor aumentaram mais de 75% na última década. Foco de Calor é qualquer temperatura registrada acima de 47°C, não necessariamente um foco de fogo ou incêndio.

A grande maioria dos focos de calor no estado de Mato Grosso se encontra nas propriedades privadas e afins, representando mais de 67% deste índice. O restante é distribuído em Projetos de Assentamento, Terras Indígenas, Unidades de Conservações e região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá.

Já em relação ao período de 1º de janeiro a 24 de setembro, em toda a Amazônia Legal, o estado do Pará é o 1º no ranking de focos de calor. Mato Grosso vem em segundo lugar e Maranhão, em terceiro. Quando se verifica a taxa de focos de calor por quilômetro quadrado, Tocantins fica em 1º lugar.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a responsabilização de uma queimada é um processo ainda em desenvolvimento e a cada ano fica mais claro que a denúncia é indispensável para encontrar e punir os culpados.

Fonte: Radioagência Nacional

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*