Inpa transmite Amazon Day 2017, evento que debaterá questões sobre a Amazônia

O Amazon Day contará com a palestra do pesquisador e ambientalista norte-americano Thomas Lovejoy, referência mundial em biodiversidade. O cientista atua em parceria com pesquisadores do Inpa

Para debater sobre as questões que envolvem a Amazônia acontece nesta terça-feira (19) a segunda edição do Amazon Day (Dia da Amazônia). O evento será retransmitido de Nova Iorque para a Amazônia, ao vivo, pela internet. O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC), em Manaus (AM), será um dos locais onde haverá transmissão e debate.

O diretor do Inpa, o pesquisador Luiz Renato de França, será um dos debatedores locais do Amazon Day, em Manaus, e falará sobre a Amazônia e a Sociedade Brasileira. O evento no Inpa acontecerá das 9h às 16h, no auditório da Biblioteca, localizada no Campus I.

O Amazon Day é uma iniciativa da rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (SDSN-Amazônia) da Fundação Amazônia Sustentável (FAS). O evento é parte da Conferência Internacional sobre o Desenvolvimento Sustentável (International Conference on Sustainable Development, ICSD em Inglês) e é voltada para debater como os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) são alcançados nos países da bacia amazônica.

Durante os debates, que ocorrerão nos hubs onde será transmitida a ICSD, haverá a construção de um documento intitulado “Visão para Amazônia 2030” com participação de diversas organizações e consulta pública em diversos locais da América do Sul. Além do Inpa, a Universidade do Estado do Amazonas (UEA/Escola Normal Superior) e o Impact Hub Manaus, localizado na Av. Efigênio Salles, 1299, Aleixo, também serão hub de transmissão e debate.

Na edição deste ano, o evento trará a palestra do biólogo norte-americano, o ambientalista Thomas Lovejoy, reconhecido como “o padrinho da biodiversidade”. Lovejoy atua em parceria com pesquisadores do Inpa ajudando a criar ainda na década de 1970 um experimento de grande escala denominado atualmente de Projeto Dinâmica Biológica de Fragmentos Florestais (PDBFF). O biólogo ganhou o reconhecimento da comunidade científica por ter criado a expressão ‘diversidade biológica’, mas, principalmente, por suas ações no mundo da conservação, em especial, da floresta amazônica.

A palestra de Lovejoy será transmita do Rio de Janeiro, onde participa de terça a quinta-feira desta semana do I Simpósio Preparatório Brasil/França sobre Biodiversidade. Essa reunião é organizada pela Academia Brasileira de Ciências (ABC) e será coordenada pelo pesquisador do Inpa Adalberto Val e pelo cientista Vivaldo Moura Neto.

Para o coordenador da rede SDSN-Amazônia, Virgílio Viana, a importância de uma conferência como a ICSD e o Amazon Day extrapola as fronteiras do Brasil. A conferência busca envolver os países da bacia amazônica e o mundo pelo desmatamento zero e pela erradicação da pobreza na Amazônia.

“Nós temos o dever de salientar e mostrar com embasamento científico a importância da conservação da Amazônia, tanto para as pessoas que moram na região, quanto para o resto do Brasil e do planeta que se beneficia dos serviços ambientais das florestas da Amazônia”, disse Virgílio. “Essa agenda envolve os países amazônicos e é essencial para que a visão em comum sobre o futuro da Amazônia chegue ao desmatamento zero e erradicação da pobreza na Amazônia”, completou.

A primeira edição do Amazon Day, realizada no ano passado, reuniu 27 instituições dos países da bacia amazônica e demais países ao redor mundo. Tal evento se destaca por ser um evento internacional que é sustentável e inclusivo. Com baixo custo em sua realização e pouca emissão de carbono, o Amazon Day se diferencia por ser acessível – de Nova Iorque para a Amazônia -, e todos poderão assistir ao evento, que será transmitido, ao vivo, pela internet, no canal da SDSN-Amazônia no Youtube: goo.gl/69ih5x ou participar comparecendo em um dos locais onde o evento será transmitido.

O Amazon Day ocorrerá simultaneamente em alguns países da bacia amazônica e um país da América Central: Manaus-Brasil, Rio de Janeiro-Brasil, Iquitos-Peru, Letícia-Colômbia, Moyobamba-Peru e Turrialba, na Costa Rica. Os participantes abordarão os caminhos para os próximos anos, focando no desenvolvimento, mas que respeite o meio ambiente e os seres humanos.

Fonte: Inpa

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*