Ministério do Planejamento autoriza nomeação de aprovados em concurso da Funai

O presidente da Funai, Franklimberg de Freitas, comemorou nesta segunda-feira (13) a nomeação, no Diário Oficial da União (DOU), dos 213 servidores aptos e aprovados no concurso de 2015 da Fundação. A autorização foi feita pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPOG) para 202 cargos de indigenista especializado, três engenheiros, dois engenheiros agrônomos e seis contadores. O concurso, homologado em 2016, venceria em dezembro deste ano.

“Temos em nosso quadro servidores muito competentes, mas precisamos de mais técnicos para que nossos processos sejam concluídos com mais celeridade. A chegada desses servidores é muito bem-vinda e vai nos ajudar a melhorar o serviço que a Funai oferece aos mais de um milhão de indígenas do nosso país”, afirmou Franklimberg.

Desde sua nomeação, em julho, o presidente da Funai vinha lutando pela convocação dos concursados junto ao MPOG. Em junho, assim que foi empossado o novo ministro da Justiça, Torquato Jardim, Franklimberg fez questão de apresentar a situação preocupante em que se encontrava a Fundação devido ao alto número de aposentadorias e baixo número de servidores para oferecerem serviços primordiais aos indígenas.

“Hoje, a Funai conta com 2.122 servidores. Sendo que 713 estão aptos a se aposentar em 2017 e 60% terão direito ao benefício até 2020”, destacou o presidente no encontro.

Na ocasião, o ministro da Justiça se mostrou preocupado com o alto número de servidores que terão direito à aposentadoria até 2020, e afirmou que se empenharia junto ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão para que os aprovados no concurso de 2015 fossem chamados até dezembro, e sugeriu ainda a realização de um novo concurso em 2018.

Nomeados

A Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas (CGGP) da Funai definirá com brevidade a data da posse dos 213 servidores. Novas informações serão divulgadas no site da Fundação.

Fonte: Funai

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*