Merendeiras do Pará se encontram com Bela Gil e Neide Rigo

A farinha do coco babaçu produzida pelos ribeirinhos e indígenas da Terra do Meio, no Pará, vem ganhando espaço nas merendas escolares. Desde o início do ano, as escolas de Altamira, Vitória do Xingu e Uruará incorporaram o ingrediente na merenda dos alunos. Para se ter uma ideia, o município de Altamira comprou uma tonelada do produto este ano. Vitória do Xingu comprou 1,2 tonelada. E Uruará, o primeiro município a adquirir a farinha de babaçu, 400kg.

Com alto valor nutritivo e agroecológico (produzido sem utilização de insumos agrícolas e agrotóxicos), o produto tornou-se um dos componentes da merenda que trazem benefícios diretos às crianças, às comunidades próximas aos municípios e à economia local.

A preparação de receitas com a farinha de babaçu ganhou o reforço da chef de cozinha natural e apresentadora de TV, Bela Gil, do canal GNT, que estará em Altamira ao lado da nutricionista e colunista do jornal O Estado de S.Paulo, Neide Rigo.

As duas participarão de uma série atividades incluindo gestores públicos e nutricionistas. Com as merendeiras serão realizadas oficinas para desenvolver e testar a farinha de babaçu nas receitas.

O encontro com nutricionistas e gestores públicos ligados a alimentação escolar nas prefeituras da região será na manhã do dia 6 de dezembro. No evento, serão demonstrados os benefícios da farinha do coco babaçu.

Vale ressaltar que a Lei nº 11947 determina que 30% da merenda escolar seja comprada diretamente de agricultores familiares. Essas atividades são um importante incentivo para a produção nas Reservas Extrativistas e Terras Indígenas da Terra do Meio. Nos dias seguintes, Bela Gil e Neide Rigo irão a Medicilândia visitar a fábrica de chocolates Cacauway e a miniusina do Rio Novo, na Reserva Extrativista Rio Iriri – local onde se beneficia o babaçu.

Data: 6 de dezembro de 2017, das 8h às 12h
Local: Auditório da ACIAPA, Rua Coronel José Porfírio, 2.800, Altamira

Programação:

8h – Credenciamento

8h30 – Abertura

9h – Mesa redonda: A produção de alimentos nas Áreas Extrativistas e Indígenas nas florestas da região do Xingu e seus benefícios

10h – Bate-papo com Bela Gil e Neide Rigo sobre usos e benefícios da farinha do coco babaçu e de outros produtos da floresta

11h – Apresentação do vídeo “Receitas com farinha de babaçu, por Alex Atala e Bela Gil” e coffee break

Fonte: ISA

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*