Integrantes de movimento social protestam em frente a sede do Ibama de Altamira

Comunidade da Lagoa do Jardim Independente I querem ser reconhecidos como atingidos pela operação da usina de Belo Monte.

Cerca de 200 pessoas ligadas ao movimento Atingidos por Barragens protestam nesta terça-feira (23) em frente a sede do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) em Altamira, no sudoeste do Pará. O grupo espera ser atendido por representantes do Ibama, da Casa Civil do Governo do Estado e da Fundação Nacional do Índio (Funai).

Os manifestantes são moradores da Lagoa do Jardim Independente I e querem ser reconhecidos e incluídos no Plano Básico Ambiental dos povos como atingidos diretamente pela operação da usina de Belo Monte.

O grupo exige ser atendido até o final desta terça-feira por alguma autoridade caso contrário ocuparão a sede do Ibama em Altamira.

Fonte: G1

Deixe um comentário