Projeto social transforma barco em hospital para atender ribeirinhos na Amazônia

Associação Lar São Francisco, em Jaci (SP), é a idealizadora do projeto. Embarcação deverá percorrer mais de 12 municípios levando serviços de saúde a cerca de 1 mil comunidades.

Projeto em Jaci transforma barco em hospital para atender ribeirinhos na Amazônia (Foto: Reprodução/TV Tem)
Projeto em Jaci transforma barco em hospital para atender ribeirinhos na Amazônia (Foto: Reprodução/TV Tem)

A Associação Lar São Francisco na Providência de Deus de Jaci (SP) divulgou na sexta-feira (8) a criação de um barco hospital para atender comunidades ribeirinhas por onde passa o rio Amazonas. A previsão é que a embarcação comece a funcionar no final de 2018.

A ideia do projeto, que surgiu do próprio Frei Francisco Belotti, presidente da associação, atendeu a um pedido do Papa Francisco durante a última visita que fez ao Brasil.

“Ele falou para mim que deveríamos ir para a Amazônia. Nós fomos e temos dois hospitais: um em Óbidos e outro em Juruti. Alí, nós percebemos a necessidade que as pessoas têm para chegar até o hospital. As canoas viram, pessoas morrem, as distâncias são imensas. Foi quando eu pensei que deveria ter um hospital que vá até eles”, explica.

A embarcação foi batizada de “Papa Francisco”, terá 35 metros de comprimento e contará com centro cirúrgico, enfermaria, farmácia, laboratórios, salas de raio X, mamografia e ultrassonografia.

A Empresa Gerencial de Projetos Navais da Marinha Brasileira (Emgepron) será a responsável pela construção do barco hospital.

“Nós customizamos o barco para a fraternidade. Ela nos disse o que queria colocar dentro do barco e, com o apoio de engenheiros e desenhistas, nós montamos o projeto”, comenta José Augusto de Almeida Filho, coordenador de construção naval.

O projeto custará cerca de R$ 25 milhões. Além da ajuda de voluntários e colaboradores, os recursos vieram do Ministério Público do Trabalho, que repassou parte de uma milionária indenização trabalhista.

“Foi a maior indenização da Justiça do Trabalho no Brasil. Essas indenizações ou vão para um fundo administrado pelo Governo ou podem ser destinadas para projetos sociais, como fizemos com o do Frei Francisco”, explica o assessor jurídico do Ministério Público do Trabalho, Wagner Amstalden.

Comunidades ribeirinhas

A previsão é de que o barco hospital comece a funcionar em outubro de 2018. Ele deverá percorrer mais de 12 municípios levando serviços essenciais de saúde a cerca de mil comunidades ribeirinhas da Bacia Amazônica.

“A ideia é atender essas cidades e ascender essas calamidades que acontecem. Quando o rio abaixa ou sobe, ele invade os poços, as fossas, e vira uma epidemia. O barco vai chegar até aquele lugar e vai socorrer as pessoas”, ressalta o Frei Francisco.

Para comemorar o lançamento, a associação reuniu colaboradores e voluntários que contribuem para os mais de 60 projetos sociais espalhados pelo Brasil.

A cerimônia também contou com a presença da madrinha do projeto a cantora Fafa de Belém, que representa o estado do Pará e conhece a necessidade do povo ribeirinho.

Os interessados em ajudar em algum dos projetos sociais da associação, pode obter mais informações pelo número (17) 3283-9070.

Fonte: G1

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.