Protesto de servidores pede agilidade nas investigações pela morte do prefeito de Tucuruí

Por volta de 13h a comitiva será recebida na OAB pela Comissão de Direitos Humanos. Segundo eles essa reunião será para pedir que a ordem dos advogados siga acompanhando as investigações

Uma comitiva formada por 40 pessoas ligadas a movimentos sociais e servidores públicos de Tucuruí, realizaram um protesto nesta segunda-feira (22) em frente a sede do Tribunal de Justiça do Pará, na avenida Almirante Barroso, em Belém. A comitiva veio até a capital pedir celeridade no processo que apura a morte do prefeito de Tucuruí, Jones William.

Durante o protesto em alguns momentos a avenida foi obstruída, mas, logo em seguida, liberada. Por volta de 13h a comitiva será recebida na OAB pela Comissão de Direitos Humanos. Segundo eles essa reunião será para pedir que a ordem dos advogados siga acompanhando as investigações do caso.

Entenda o caso

O prefeito de Tucuruí, Jones William (PMDB), foi morto em um atentado não dia 25 de julho de 2017.  Segundo testemunhas o prefeito estava vistoriando uma operação tapa-buraco, quando dois homens em uma moto o abordaram e atiraram várias vezes.

Em julho de 2017, o juiz José Leonardo Frota de Vasconcellos Dias da Vara Criminal da Comarca de Tucuruí decretou, a prisão temporária por 30 dias de Josenilde Silva Brito, de 53 anos, suspeita de envolvimento no assassinato do prefeito Jones .

Fonte: G1

Deixe um comentário