“518 anos depois”… a primeira pré-candidata indígena à presidência

Foi divulgado no dia 1º de fevereiro o Manifesto “518 anos depois…” apresentando o nome da liderança indígena Sonia Guajajara como pré-candidata às eleições pelo Setorial Ecossocialista do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL).

Sonia Bone Guajajara é indígena do povo Guajajara, do Maranhão, e coordenadora executiva da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB). Sua inscrição como pré-candidata busca mobilizar outros indígenas, em todos os estados, para fortalecer o debate dos povos tradicionais, além de impedir os retrocessos ambientais propostos em formas de leis e Medidas Provisórias pelo atual Congresso Nacional.

“Diante de todos os ataques e retrocessos que vem perdurando durante toda a história, se faz necessário que nós indígenas com toda a nossa sabedoria, ancestralidade e articulação possamos nos adentrar nas candidaturas das próximas eleições para pleitear as vagas nos espaços institucionais ao Parlamento e ao Executivo, conforme for as nossas articulações políticos partidárias, e assim começarmos a ocupar esses espaços que até hoje, 518 anos depois, é ocupado em sua maioria por representantes muito distante ou totalmente contrário às causas populares e à diversidade desse país”, afirma em relato publicado em sua rede social.

A definição do nome que irá representar o PSOL na corrida presidencial será em março, durante conferência nacional do partido, marcada para o dia 10. Sonia concorrerá com Plínio de Arruda Sampaio Jr. e Nildo Ouriques. O Manifesto divulgado pelo partido reconhece o valor e diversidade dos outros nomes, mas também destaca como “fato político extraordinário, de grande significado para a resistência indígena, negra e popular” o nome de Sonia.

Leia o Manifesto “518 anos Depois”

 

Fonte: Amazônia.org.br

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.