Criança indígena de 3 anos desaparece após cair em rio no interior do Acre

Criança da etnia ashaninka caiu no rio no sábado (24) no município de Marechal Thaumaturgo. Família estava hospedada em um

Uma criança indígena de 3 anos está desaparecida desde o sábado (24), quando caiu no Rio Juruá, na cidade de Marechal Thaumaturgo, interior do Acre. Segundo a polícia, a criança é da etnia ashaninka e estava com o pai dormindo em um barco quando sumiu.

A policial civil Charla Barbosa contou que o pai sentiu falta da criança por volta das 5h de sábado. A suspeita, segundo a polícia, é que a criança tenha se desequilibrado e caído do barco no rio.

“Acharam só um short da criança do lado. Possivelmente, fez cocô e foi se limpar na beira do barco, mas acabou caindo no rio. O rio tem muita correnteza, fizeram buscas, mas pela hora que começaram a procurar e a hora que ele caiu não localizaram. Até agora não localizaram”, explicou.

Ao G1, o Corpo de Bombeiros informou que uma equipe chegou na cidade no domingo (25) e já iniciou as buscas, porém, até a manhã dessa segunda, a criança ainda nãohavia sido localizada. A equipe deve permanecer na cidade fazendo buscas.

Ainda segundo a polícia, o pai veio com a criança, a mulher e um bebê recém-nascido com pneumonia para a cidade. A mãe foi encaminhada para Cruzeiro do Sul para tratar a pneumonia e o pai ficou na cidade com o filho de 3 anos.

“O pai e a criança ficaram aqui esperando. A mãe foi para Cruzeiro do Sul na sexta [23], acho que estava aguardando o retorno da mulher. Estavam hospedados no barco”, acrescentou.

Charla disse que deve procurar o pai da criança para ser ouvido. Segundo ela, tudo indica que a situação tenha sido um acidente. “Vou tentar localizar o pai dele. Vai ser ouvido sobre isso. Devo chamar também um outro rapaz que estava no barco e as testemunhas”, concluiu.

Por Aline Nascimento
Fonte: G1

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.