Comercialização de produtos madeireiros de manejos florestais comunitários

Diagnóstico, opções e recomendações para o setor

Hoje, BVRio e Imaflora publicaram, com o apoio do Observatório do Código Florestal, o estudo “Comercialização de produtos madeireiros de manejos florestais comunitários: diagnóstico, opções e recomendações para o setor”. Este estudo faz um levantamento da situação atual dos manejos florestais comunitários no Brasil a fim de identificar barreiras e oportunidades para que o setor cresça.

O manejo florestal comunitário (MFC) no Brasil tem o potencial de explorar até 46 milhões de hectares no Bioma Amazônia. Apenas em Florestas Nacionais e Estaduais da Amazônia, que somadas ocupam uma área de mais de 28 milhões de hectares, estima-se que a produção de madeira em tora, oriundas de planos de manejo sustentável, pode gerar entre R$ 1,2 a R$ 2,2 bilhões por ano. No entanto, a contribuição do MFC ao setor madeireiro encontra-se muito aquém de seu potencial e este enfrenta barreiras atualmente difíceis de superar. Há uma necessidade premente de prover capacitação para as comunidades envolvidas em MFC para superar as barreiras levantadas, deste modo promovendo a legalidade do setor com o cumprimento do Código Florestal Brasileiro.

O objetivo deste estudo é de fazer um levantamento da situação atual dos manejos florestais comunitários no Brasil, para identificar barreiras e oportunidades para aprimoramento e crescimento do setor.

BAIXE O ESTUDO

Fonte: BVRIO

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.