Em visita ao AM, chanceler de academia no Vaticano destaca preocupação com a preservação da Amazônia

Bispo monsenhor Marcelo Sorondo falou sobre o assunto em entrevista.

O chanceler da Pontífice Academia de Ciência do Vaticano, bispo monsenhor Marcelo Sorondo, visitou Manaus nesta semana. Durante a estada, ele ressaltou que a igreja católica também se preocupa com a preservação da Amazônia.

Em entrevista à Rede Amazônica, o bispo relatou que o papa foi informado do interesse de bispos brasileiros, assim como de outros países que compõem a Amazônia, para que venha ao Brasil.

“Pediram para o Papa fazer um encontro de todos os bispos da região com alguns especialistas para estudar o tema da Amazônia. Além disso, para o papa, a Amazônia é uma das reservas mais importantes do mundo. (…) Isso faz com que todos e a igreja se interessem por essa reserva potencial de vida para todo o planeta. Por isso estou aqui para conhecer um pouco de tudo isso e fazer um programa de ação”, disse o bispo.

Em janeiro deste ano, o Papa esteve na Amazônia peruana, onde se encontrou com vários indígenas, que expuseram os problemas enfrentados na região. Para Sorondo, a visita do papa demonstra a preocupação da igreja católica com a Amazônia.

“A igreja é contra a corrupção, contra tráfico de drogas, contra prostituição, contra trabalho infantil e contra o tráfico de órgãos. Esses são alguns dos males causados pela globalização da indiferença. No Peru não é a mesma coisa que o Brasil. O problema das minas não são os mesmos causados pelo tráfico de drogas, apesar disso tem muita coisa em comum”, comentou.

Apesar da recente passagem de Francisco pela América Latina, o monsenhor diz que não pode afirmar quando o papa visitará a Amazônia brasileira.

Ainda segundo Sorondo, os atuais problemas da região merecem um olhar diferenciado por parte da sociedade.

“São (…) males causados pela globalização da indiferença. Para que todos entendam que devem trabalhar contra esse modelo criado por esses males, deve-se olhar para o potencial de cada lugar. Isso é importante”, finalizou.

O bispo esteve na capital para a semana de comemoração dos 10 anos da Fundação Amazonas Sustentável (FAS). Ele participou do seminário “Futuro da Amazônia: Perspectivas a partir do diálogo inter-religioso”. O evento integrou a semana de comemorações e solenidades de 10 anos de atividades da FAS.

Fonte: G1

Deixe um comentário