Famílias sem terra ficam abandonadas após sofrerem fumigação com agrotóxicos

Até o momento, nenhuma equipe de assistência à saúde visitou a comunidade

Nieves Rodrigues, da coordenação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra no estado do Pará, fala sobre a situação das cerca de 300 famílias acampadas na fazenda Fortaleza, na região de Marabá, no sul do estado, atingidas por uma “chuva de veneno” lançada por um avião pulverizador de agrotóxicos no último sábado.

De acordo com a coordenadora do MST, até o momento nenhuma equipe de assistência à saúde foi até o local para realizar uma avaliação médica dos trabalhadores expostos ao veneno. Entrevista ao jornalista Rafael Garcia da Rádio Brasil Atual.

Fonte: Rádio Brasil Atual

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.