Trabalhadores ligados ao MST desbloqueiam trecho da BR-010 em Ipixuna na manhã desta quinta-feira

A rodovia estava sendo ocupada pelo movimento que são contrários ao mandado de reintegração de posse da fazenda Campo de Boi.

A liberação da via aconteceu por volta das 11h da manhã de quinta-feira, 15 (Foto: Reprodução/PRF)
A liberação da via aconteceu por volta das 11h da manhã de quinta-feira, 15 (Foto: Reprodução/PRF)

Após dois dias de protesto, trabalhadores ligados ao movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), decidiram acatar ordem judicial e debloquearam na manhã desta quinta-feira (15), a BR-010, localizada no município de Ipixuna, nordeste do estado. A rodovia estava sendo ocupada pelo movimento que são contrários ao mandado de reintegração de posse da fazenda Campo de Boi.

Durante a manhã as lideranças do movimento foram notificadas por um oficial de justiça, acompanhado pela Polícia Rodoviária Federal, para desobstruir a estrada. Os manifestantes decidiram acatar a ordem judicial sem qualquer resistência.

Os manifestantes reivindicam a realização de uma audiência pública no prazo de 30 dias para discutir a situação dos trabalhadores, que não teriam para onde ir, com a reintegração de posse da fazenda.

Protesto

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, cerca de 500 manifestantes são contrários ao mandado de reintegração de posse da fazenda Campo Boi. A Polícia Militar informou que a operação de reintegração de posse começou na quarta-feira (14) e deve durar entre 2 e 3 dias.

Os manifestantes só liberam a passagem dos carros de meia em meia hora. Mas, a medida não está sendo suficiente e gera um congestionamento na rodovia que alcança mais de 10 quilômetros nos dois sentidos.

Fonte: G1

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*