Vanessa critica falta de médicos em Estados da Amazônia Legal

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) citou resultado do censo demográfico da Associação Médica Brasileira (AMB) segundo o qual o número de médicos no país aumentou 665% em menos de cinco décadas, enquanto o número de habitantes cresceu 119% no mesmo período.

Vanessa lamentou, no entanto, que os profissionais ainda estejam concentrados nos grandes centros e nas regiões mais ricas do país. Isso acontece, de acordo com a senadora, pela falta de estrutura adequada, decorrente do baixo investimento.

Segundo o estudo da AMB, os cinco estados com pior proporção do número de médicos por mil habitantes são Maranhão, Pará, Amapá, Acre e Amazonas, todos localizados na região da Amazônia Legal.

— Isso mostra o quanto ainda a Região Norte precisa de investimentos fortes na área da saúde. E investimentos que comecem pelos recursos humanos e passem também pelas questões materiais e de infraestrutura — disse.

Para Vanessa, o aumento do número de médicos no país pode ser atribuído ao Programa Mais Médicos. Segundo a senadora, diferentemente do que foi divulgado ao longo dos anos, o programa não se limitou a levar médicos, inclusive estrangeiros, para regiões remotas e periferias de grandes cidades. O Mais Médicos, disse, também buscou o aumento da oferta de vagas em cursos de medicina e a aceleração do processo de especialização dos profissionais pelo país.

Fonte: Agência Senado

Deixe um comentário