Mortes em sequência geram pânico na Grande Belém: sete execuções confirmadas

Moradores dos bairros do Paar (Ananindeua), Curuçambá (Ananindeua), Val-de-Cans (Belém), Marco (Belém) e Sacramenta (Belém) viveram momentos de terror após sete mortes registradas desde a metade da noite desta quinta-feira (12), entre elas o filho de um agente prisional que foi executado dentro de casa.

ANANINDEUA

O primeiro caso aconteceu por volta das 19h, quando dois encapuzados em uma moto alvejaram um rapaz, que ainda não teve a identidade revelada. O crime aconteceu no bairro do Curuçambá, em Ananindeua.

Momentos depois, um rapaz de 19 anos foi morto a tiros no bairro do Paar, também em Ananindeua. Rony Amaral estava dentro de casa quando homens armados invadiram a residência e efetuaram sete disparos. Ele morreu na hora.

BELÉM

Seguindo para Belém, meia hora depois um novo caso de polícia foi registrado. Dois homens foram perseguidos e mortos por integrantes de um carro prata, próximo a travessa Mariz e Barros com a rua São Francisco Xavier, no bairro do Marco. De acordo com o interativo da área, uma equipe policial está no local.

Cerca de uma hora depois, mais uma morte foi registrada, mas no Conjunto Paraíso dos Pássaros, bairro de Val-de-Cans, também em Belém. Informações iniciais indicaram que a vítima, um homem, dono de um salão de beleza, foi alvejada por uma dupla que estava em um carro branco. O homem morreu próximo ao local onde trabalhava.

O número de mortos aumentou para seis depois que mais um jovem, de 18 anos, foi morto na rua Cláudio Bordalo, próximo ao antigo Casota, no bairro da Sacramenta. A vítima foi alvejada sem piedade com cinco tiros na cabeça. Até então a polícia aguardava a chegada do IML para fazer a remoção do corpo.

Fonte: DOL

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.