Produtores rurais interditam ramal de acesso à mineradora Vale em Ourilândia do Norte, no Pará

Ainda segundo as famílias, eles foram alocados para outra área, mas não estão podendo produzir porque se sentem vigiados pela presença de seguranças armados contratados pela mineradora.

Famílias de produtores rurais estão acampadas em frente à sede do projeto, ‘Onça Puma’ da mineradora Vale, em Ourilândia do Norte sudeste do Pará. Os manifestantes fecharam os ramais que dão acesso à mineradora e impediram os trabalhadores da empresa de passar pelo local. Eles acusam a Vale de não cumprir o acordo com as famílias retiradas da área onde hoje funciona o projeto.

Ainda segundo as famílias, eles foram alocados para outra área, mas não estão podendo produzir porque se sentem vigiados pela presença de seguranças armados contratados pela mineradora.

Em nota, a Vale informou que as 30 pessoas que interditaram o local tentaram ocupar a área de reserva legal na última semana. Segundo a vale, equipes de segurança da empresa tentaram uma conversa com os manifestantes e impediram a continuidade da invasão e paralisaram as ações de desmatamento que configuram crime ambiental.

Ainda segundo a Vale, a referida área é um compromisso da empresa com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), para regularização do assentamento união conforme a legislação. A mineradora ressaltou que a interdição impede o direito de ir e vir dos cidadãos e coloca em risco a integridade dos trabalhadores.

A polícia militar foi acionada e acompanha a manifestação.

Fonte: G1

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*