Campanha ‘Abrace os Rios da Amazônia’ quer melhorar o saneamento no rio Tucunduba

Objetivo é arrecadar doações para realização da “Expedição Tucunduba” em Belém. Organização promove ações para que a população reconheça o Tucunduba como rio e pare de poluir.

Canal do Tucunduba não é reconhecido como rio pela população de Belém.  — Foto:  Ivan Duarte/ O Liberal
Canal do Tucunduba não é reconhecido como rio pela população de Belém. — Foto: Ivan Duarte/ O Liberal

A Organização Social Ame o Tucunduba (AME) promove até o dia 27 de novembro a campanha ‘Abrace os Rios da Amazônia’, que tem o objetivo de arrecadar doações para realização de quatro edições da “Expedição Tucunduba”, em Belém. Essa é a segunda edição da campanha, que em 2017 arrecadou R$ 1,2 milhão e mobilizou mais de 4 mil doadores.

A bacia hidrográfica do Tucunduba se encontra em área periférica e apresenta os piores indicadores de planejamento urbano do município. Saneamento, fornecimento de água, coleta e tratamento de lixo quase não existem no local. Além disso, o Tucunduba muitas vezes não é reconhecido como um rio e por isso não é tratado de maneira mais consciente.

Diante desse cenário, a Ame o Tucunduba quer investir nos jovens para resolução desses problemas. Em 2018 a Organização foi convidada a participar da Campanha Abrace o Brasil, com a Campanha Abrace os Rios da Amazônia.

A meta é arrecadar R$ 8 mil em doações. Com o valor, será possível realizar quatro edições da Expedição Tucunduba em 2019, estimando o envolvimento de 100 jovens, e contribuir para a regulamentação da AME para potencializar o seu impacto social e colaborar no seu desenvolvimento institucional.

A Expedição Tucunduba promove o reconhecimento e a reaproximação com o curso d’água, através de oficinas práticas-teóricas e visita técnica da nascente à foz do rio. Desenvolvido desde abril de 2017, já foram realizadas seis edições, sendo ofertadas 48 horas de atividades, e envolvendo 170 pessoas.

Ame o Tucunduba

Criada em 2016, a Ame o Tucunduba acredita no potencial da juventude para transformar a realidade dos rios urbanos da Amazônia. Atualmente é uma organização formada por 8 integrantes de diversas áreas de conhecimento: oceanografia, engenharia sanitária, geologia, comunicação e arquitetura e urbanismo. A organização tem como missão realizar práticas educativas, direcionadas à juventude, para fomentar a gestão participativa na Bacia Hidrográfica do Tucunduba.

Atualmente atua com três projetos: Faça Você Mesmo, que mobiliza pessoas a serem protagonistas do desenvolvimento da sua comunidade, a partir de ações de revitalização e ativação de espaços ociosos nas margens do rio; Fala Tucunduba, um projeto de mobilização, educação e capacitação para participação social na gestão de recursos hídricos da bacia do Tucunduna; e a Expedição Tucunduba.

Mais informações sobre como ajudar a campanha na página da Ame o Tucunduba nas redes sociais ou no site.

Fonte: G1
Deixe um comentário