Manifestantes protestam contra propostas de Bolsonaro para a área ambiental

Protesto aconteceu na tarde desta sexta-feira, em Brasília. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil.

Debaixo de chuva, ambientalistas, profissionais da área ambiental, políticos e integrantes do movimento indígena realizaram no começo da tarde desta sexta-feira (19) um protesto contra as declarações e propostas do candidato Jair Bolsonaro para a área ambiental. O ato ocorreu em frente à sede do Ministério do Meio Ambiente, pasta que, pela proposta do candidato do PSL, deverá perder o status de ministério e se transformar em uma secretaria dentro do Ministério da Agricultura.

O ato intitulado ‘em defesa do Meio Ambiente brasileiro’ contou com a participação da líder indígena Sônia Guajajara, candidata a vice-presidência pelo PSOL no primeiro turno e de Marina Silva, candidata à presidência pela Rede, além de representantes dos servidores da área ambiental e movimentos socioambientalistas como ISA, Rede Pró-UC, WWF, Greenpeace, Maré Socioambiental e Anistia Internacional.

“Vamos resistir ao inaceitável retrocesso que prega o rolo compressor em cima dos índios, quilombolas e povos tradicionais, a exploração desenfreada dos biomas brasileiros, a fusão do Ministério do Meio Ambiente com o Ministério da Agricultura. Vamos resistir ao inaceitável retrocesso que prega a saída do Acordo de Paris, os ataques contra o IBAMA e o ICMBio, o Serviço Florestal e o Conselho Nacional de Meio Ambiente (CONAMA)”, afirmou Marina Silva, pelo twitter.

O movimento expressou preocupação pela defesa do candidato na extinção do Ministério do Meio Ambiente e na afirmação que quem indicará o ministro do superministério da Agricultura será a bancada ruralista.

“O Brasil é uma potência socioambiental e um candidato a presidente da República não reconhecer isso e ainda colocar os órgãos ambientais como inimigos demonstra um profundo desconhecimento sobre o tema e muita irresponsabilidade quanto à sustentabilidade do modelo de desenvolvimento, pois como um país prospera sem defender seu próprio patrimônio? São anos defendendo o meio ambiente, são conquistas e muita luta por justiça socioambiental que não podem ser aniquiladas e desrespeitadas”, afirmam os manifestantes, em documento apresentando os motivos que os levaram a protestar.

Leia na íntegra.

Manifestantes em ato em defesa do meio ambiente. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil.
Manifestantes em ato em defesa do meio ambiente. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil.
Por: Daniele Bragança
Fonte: ((o))eco
Deixe um comentário