Bolsonaro se posiciona sobre fusão de Agricultura e Meio Ambiente: “pelo que tudo indica, serão dois ministérios”

Dep. Jair Bolsonaro durante sabatina no Correio Brazilinese. Brasilia, 06-06-2018. Foto: Sérgio Lima/Poder 360

Após dias de informações desencontradas sobre uma possível fusão dos ministérios do Meio Ambiente e o Ministério da Agricultura, o candidato eleito Jair Bolsonaro se posicionou em uma entrevista para TVs católicas nesta quinta-feira (1º) afirmando que “pelo que tudo indica, serão dois ministérios distintos“.

A proposta de fusão foi anunciada em março deste ano pelo então candidato à presidência do PSL, mas já durante a campanha recuou em nome do “diálogo”. Após eleito, sua equipe voltou a prometer a junção dos órgãos ambiental e de agricultura gerando uma série de críticas de setores ambientais, da sociedade civil e dos ruralistas. Até mesmo o atual ministro da Agricultura, Blairo Maggi se posicionou contrário à proposta.

Em seu discurso, Bolsonaro também afirmou que não aceitaria no comando da pasta alguém “xiita”. Organizações ambientais temem que o órgão seja enfraquecido internamente ao ser liderado por alguém ligado aos interesses do agronegócio.

“Nós pretendemos proteger o meio ambiente, sim, mas não criar dificuldades para o nosso progresso”, afirmou o futuro presidente.

Fonte: Amazônia.org
Deixe um comentário