Engenheiros são capacitados sobre software que facilita manejo de áreas florestais do AP

Aplicativo ‘BOManejo’ busca planejar colheita e extração madeireira de forma sustentável.

Engenheiros conhecem como funciona software que facilita manejo de áreas florestais do Amapá — Foto: Victor Vidigal/G1
Engenheiros conhecem como funciona software que facilita manejo de áreas florestais do Amapá — Foto: Victor Vidigal/G1

Engenheiros florestais do Amapá estão aprendendo como funciona um software que auxilia na elaboração de planos de manejo para áreas florestais. O aplicativo, chamado “BOManejo”, propõe que os estudos sejam planejados com mais rapidez e segurança, para que a colheita e extração madeireira garanta recuperação e conservação da área explorada.

Fabrício Ferreira, analista da Embrapa Amazônia Oriental, com sede no Pará, destacou que o software facilita no trabalho do engenheiro florestal de construção de planos de manejo para empresas e comunidades.

“Ele [o software] traz recuros que permitem de forma objetiva e prática a elaboração do Plano Operacional Anual da empresa ou comunidade que quiser realizar a exploração madereira de uma área florestal”, falou.

O “BOManejo” permite acesso aos dados do inventário anual e a lista de espécies existentes na área de exploração. Quando o plano de manejo estiver elaborado, o engenheiro pode submeter para análise do órgão licenciador e, com isso, emitir licenças e autorizações de exploração com maior rapidez.

“O software faz todas as verificações necessárias para que a exploração seja feita dentro dos critérios estabelecidos em lei. E todos os ajustes necessários no plano ficam muito mais fáceis de fazer por meio do aplicativo”, acrescentou.

O engenheiro florestal Claúdio Baptistão, 56 anos, foi um dos participantes da capacitação. Para ele, os trabalhos diários dele serão facilitados com o uso do software.

“É uma ferramenta extremamente útil para que o engenheiro florestal possa realizar o bom manejo. O software respalda toda a logística do gerenciamento da floresta, desde escolhas das árvores que serão exploradas, até definição de estradas e ramais que serão construídos, além de já fazer uma comunicação direta com o sistema oficial de fiscalização”, disse Baptistão.

Os planos de manejo são os instrumentos que uma empresa ou comunidade apresenta aos órgãos licenciadores para solicitar a exploração de uma área florestal de forma sustentável.

Na quinta-feira (22), acontece uma nova capacitação no auditório do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amapá (Crea-AP), no horário de 8h às 12h e 14h às 18h.

O software “BOManejo” foi desenvolvido pela Embrapa. O download da ferramenta pode ser feito de forma gratuita no site da instituição.

Por: Victor Vidigal
Fonte: G1 AP

Deixe um comentário