Mistério no Pará: baleia jubarte passa por necropsia

O animal foi encontrado no meio da mata na ilha do Marajó. Os especialistas querem entender como ela chegou lá

0 0 Uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde, Saneamento e Meio Ambiente (Semma) do Pará começou a necropsia na baleia jubarte que apareceu no meio da mata da praia do Araruna, na ilha do Marajó (PA). Segundo a Semma, o procedimento vai servir para entender como o animal foi parar nesse lugar longe do oceano.

Como o corpo do animal está em uma área de difícil acesso, a necropsia teve que ser feita no próprio local. Equipes da ONG Bicho D’Água e do Museu Emílio Goeldi, de Belém, ajudam no procedimento.

Ainda no sábado (23), a baleia teve partes removidas e levadas para laboratórios de Belém e do Rio de Janeiro. Biólogos acreditam que a jubarte estava morta há 4 dias.O animal mede 11 metros de comprimento e 6m de largura.

Fonte: Metrópoles 

Deixe um comentário