Proposta sugere que Centro de Biotecnologia da Amazônia mude de ministério

Proposta aponta que CBA deva ter mais autonomia financeira e condições técnicas para desenvolver pesquisas se órgão for transferido do Ministério da Economia para MCTI.

Centro de Biotecnologia da Amaazônia fica na Zona Sul de Manaus — Foto: Sérgio Rodrigues/ G1 AM
Centro de Biotecnologia da Amaazônia fica na Zona Sul de Manaus — Foto: Sérgio Rodrigues/ G1 AM

O Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), que é vinculado à Suframa e ao ministério da Economia, pode ser transferido, nos próximos meses, para o ministério da Ciência e Tecnologia (MCTI), segundo o deputado federal do Amazonas, delegado Pablo Oliva (PSL). Ele se reuniu recentemente com o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes para apresentar a proposta.

Criado há 19 anos, o CBA é vinculado à Suframa, e segue as diretrizes orçamentárias e políticas do ministério da Economia.

Segundo a proposta, o Centro de Biotecnologia terá mais autonomia financeira e condições técnicas para desenvolver pesquisas se o órgão for transferido para o MCTI.

“Mostrei ao ministro Marcos Pontes a importância do CBA para o desenvolvimento da pesquisa científica na Amazônia. Com a mudança, o CBA terá mais independência e condições de levar à frente projetos e pesquisas que há anos esperam recursos federais”, disse Pablo.

No encontro, segundo nota divulgada pela equipe do deputado amazonense, o ministro Marcos Pontes disse que a pesquisa científica na Amazônia precisa de apoio para explorar todo potencial da região. Ele classificou a biodiversidade local como “o sonho de qualquer país que investe em descobertas científicas”.

Fonte: G1

Deixe um comentário