ICMBio terá reforço de brigadistas para combater incêndio florestal

Com a proximidade do meio do ano, período em que os incêndios florestais ocorrem com maior frequência, o governo lançou editais para contratar brigadistas e assim reforçar a prevenção em unidades de conservação, entre elas parques nacionais.

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) lançou 98 editais com 1.169 vagas para brigadistas trabalharem por períodos que variam entre 6 meses e dois anos.

As vagas serão para atuar em 88 unidades de conservação distribuídas pelo país, entre elas o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás, que em outubro de 2017 sofreu o maior incêndio de sua história. Também fazem parte dos editais o Parque Nacional da Chapada Diamantina, na Bahia; a Floresta Nacional do Jamari, em Rondônia; e a Floresta Nacional de Brasília, no Distrito Federal, entre outros.

Serão destinados R$ 18 milhões para as contratações, além dos recursos usados na aquisição de equipamentos para proteção individual e de combate a incêndios florestais.

A seleção

A contratação dos brigadistas será feita de acordo com a Lei 13.668 de 2018 e prevê recrutamento de pessoal para emergências ambientais no ICMBio e no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

A lei ampliou a duração dos contratos e diversificou as atividades a serem exercidas.

A seleção tem duas etapas que são um teste de aptidão física e curso de formação. Os editais estão no site do ICMBio.

Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Valéria Aguiar

Deixe um comentário