UFPA inscreve para vestibulares voltados aos povos tradicionais da Amazônia

No dia do índio, UFPA começa inscrições para processo seletivo voltado a indígenas, quilombolas, seringueiros, assentados e ribeirinhos da região. Dois editais ofertam 287 vagas em vários cursos.

Na véspera do dia do índio, a Universidade Federal do Pará (UFPA) publicou dois editais com a oferta de mais de 287 vagas específicas para indígenas, quilombolas e integrantes de povos tradicionais da Amazônia. As inscrições para o concursos são gratuitas, online e um dos prazos de inscrição já começa nesta sexta-feira, 19 de abril.

Indígenas, seringueiros, quilombolas, membros de assentamentos rurais e qualquer integrante de populações tradicionais podem se inscrever a partir desta sexta-feira (19) no segundo Processo Seletivo Especial 2019 da UFPA. O concurso oferta 45 vagas para o curso especial de Etnodesenvolvimento, que forma profissionais para atuar na em projetos que tratam da diversidade sociocultural da região.

No dia 23 de abril começam as inscrições para o Processo Seletivo à Mobilidade Acadêmica Afirmativa (Mobaf). Por ele, a UFPA oferta 242 vagas para indígenas e quilombolas da instituição que desejam trocar de curso. Alunos do último ano e calouros não podem participar da seleção.

O objetivos dos novos concurso é “incentivar a entrada, participação e permanência de estudantes indígenas, quilombolas e integrantes de populações tradicionais na Universidade, o que torna mais plural a própria UFPA”, garante Edmar Costa, pró-reitor de Ensino de Graduação da Universidade.

Serviço

Inscrições para o curso de Etnodesenvolvimento da UFPA

De 19/04 a 03/05

Inscrições gratuitas no site do concurso

Inscrições para indígenas e quilombolas trocarem de curso na UFPA

De 23/04 a 06/05

Inscrições gratuitas no site do concurso

Fonte: G1

Deixe um comentário