Lançado concurso para jovens com o tema “Mulheres rurais: inovando estratégias, transformando realidades”

O concurso, lançado nesta semana pela organização boliviana IPDRS, tem, entre os seus objetivos, estimular a produção de conhecimento, reflexão, debates e propostas sobre diversos temas do desenvolvimento rural. Para isso, a iniciativa aposta na produção de ensaios textuais e curtas-metragens. O encerramento do concurso ocorre no dia 22 de dezembro desse ano, e os/as vencedores/as serão conhecidos/as em janeiro de 2020.

Neste ano de 2019, o “Instituto para el Desarrollo Rural de Sudamérica” (IPDRS), organização da Bolívia, lançou o Concurso Anual para Jovens com o propósito de estimular a produção de conhecimento, reflexão, debates e propostas sobre diversos temas do desenvolvimento rural; contribuir com a difusão de conteúdos diversos aos tradicionalmente divulgados e promover e ampliar a participação de mulheres e homens jovens, fomentando suas contribuições na área. O tema deste ano propõe trabalhar “Mulheres rurais: inovando estratégias, transformando realidades”.

Os trabalhos, em registro escrito e visual, devem destacar as perspectivas e experiências de mulheres do campo organizadas, inovando recursos, estratégias e saberes, viabilizando seus projetos de vida de maneira autogestionária, pessoal ou coletivamente. Assim como perspectivas teóricas, políticas e culturais que mostrem a capacidade autônoma das mulheres em seus próprios contextos, a respeito de suas problemáticas territoriais e promover as experiências organizativas, reivindicações, associativas, campanhas, mobilizações baseadas na autonomia e autogestão das mulheres, em seus âmbitos territoriais.

Ao participar do Concurso deve considerar-se a perspectiva rural e um posicionamento a favor dos sujeitos, mulheres e homens, camponeses, indígenas e afrodescendentes como protagonistas de suas vidas e propostas, sem omitir sua relação e práticas junto aos aliados (consumidores, mercados, cooperação internacional, instituições ou instâncias de governos locais) que apoiam diretamente suas iniciativas e demandas.

Podem participar do concurso mulheres e homens jovens (entre 22 e 35 anos de idade), estudantes investigadores, militantes, docentes universitários, gestores de políticas públicas, funcionários/as estatais e de instituições de desenvolvimento, líderes e membros de organizações sociais, que concentram sua atividade no âmbito do desenvolvimento rural de base camponesa indígena nos países sul-americanos.

Detalhes sobre os ensaios textuais:

  • A narrativa deve ter, pelo menos, três partes que indicam uma construção discursiva respeitosa e transparente, para com a comunidade ou o entorno sociocultural;
  • O relato deve ser em primeira pessoa;
  • Os documentos escritos em espanhol ou português;
  • Extensão média de 25 páginas (aproximadamente 60.400 caracteres com espaços);
  • Numa perspectiva que auxilie e articule olhares a nível sul-americano;
  • A linguagem e a opção das narrativas devem ter uma perspectiva intercultural e geracional;
  • Contribuições metodológicas inovadoras;
  • Título e subtítulos atrativos;
  • Considerar referências bibliográficas de fontes secundárias, dados de referência de fontes primárias e explicação dos pseudônimos, caso necessário;
  • Em formato de Word, letra tipo Arial, tamanho 12, espaçamento de 1,5;
  • Autoria individual ou de grupo;

Sobre os vídeos:

  • Os vídeos devem ser inéditos e não terem sido difundidos em outros meios ou redes sociais;
  • Em formato MP4 e não superar os 500 MB;
  • Com duração de aproximadamente 1 minuto;
  • Em distintos gêneros e técnicas, incluídos os produzidos pelo celular;
  • Incluir um pôster ou fotograma do vídeo (imagem de apresentação);
  • Uma Ficha Técnica, com os seguintes dados: Título da obra, data da produção e/ou realização, resumo (sinopse), tempo de duração e créditos;
  • Nome completo, fotografia atual e currículo resumido das/as participantes;
  • De autoria individual ou coletiva;

Prazos

Lançamento da convocatória: 23 de setembro;
Encerramento do concurso: 22 de dezembro;
Publicação dos ganhadores: 20 de Janeiro de 2020;
Premiação e publicação dos ensaios e vídeos, a partir do dia 30 de Janeiro de 2020;

Fonte: CPT Nacional

Deixe um comentário