Opinião

O momento das “techs” também no ambientalismo

As “techs” chegaram para ficar. Começaram em vários setores, mas foi no financeiro e bancário que se popularizaram.  Hoje todos conhecem o poder e o potencial transformador das tecnologias digitais. Depois de desafiar e, de certa forma, superar os inabaláveis “bancões”, ninguém mais duvida que essas tecnologias podem ser aplicadas e revolucionar os vários setores …

O momento das “techs” também no ambientalismo Leia mais »

Meio ambiente: a gilete na mão do macaco

*Carlos Bocuhy é presidente do Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental (Proam) Há uma década escrevi o artigo “A Gilete na Mão do Macaco”. Seu sentido figurativo dispensa apresentações. O objetivo era alertar a sociedade para as consequências decorrentes do uso irresponsável dos órgãos da administração pública. Nada mais atual. A saída tardia do chanceler Ernesto …

Meio ambiente: a gilete na mão do macaco Leia mais »

Gestão do ICMBio segue na contramão de transparência e da participação social

A presidência do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) mais uma vez deixa claro que despreza a participação da sociedade brasileira nas decisões que envolvem a biodiversidade do país e dificulta o acesso a dados, informações e opiniões. Tal estratégia é uma das tônicas da atual gestão do órgão. Menos de duas semanas …

Gestão do ICMBio segue na contramão de transparência e da participação social Leia mais »

Artigo | Inundação no MA evidencia falta de controle social na mineração

Falta de transparência e de participação pública são algumas da características do modelo de mineração no Brasil No dia 25 de março, rodaram pelas redes sociais notícias e vídeo denunciando a inundação de estradas e um lago na comunidade de Aurizona, no município maranhense de Godofredo Viana. A inundação teria sido causada pela Mineração Aurizona …

Artigo | Inundação no MA evidencia falta de controle social na mineração Leia mais »

Não tem lockdown para as madeireiras ilegais: a derrubada de Ipês continua em 2021

Espécies como Jatobá e Ipê já são historicamente alvo de exploração madeireira na Amazônia. Por: Por Pedro Martins e Florêncio Almeida Vaz Aproximadamente 44 mil árvores foram cortadas ilegalmente na região dos rios Mamuru e Arapiuns no Pará em 2020. Esse gravíssimo dano ambiental foi exposto nos noticiários no final do ano com a conclusão …

Não tem lockdown para as madeireiras ilegais: a derrubada de Ipês continua em 2021 Leia mais »