Previstas entre condicionantes, ações de segurança começam a ser feitas por empresa responsável por Belo Monte

A Norte Energia, empresa responsável pela construção e operação da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA), afirma que dará início às ações de segurança previstas entre as condicionantes para a obra, firmadas com o governo do Pará em 2011. Hoje (6), a empresa entregará 81 equipamentos às forças de segurança pública e Defesa Civil de 11 cidades da região.

O total gasto nessa primeira etapa será R$ 7 milhões, a serem usados para a compra de viaturas, helicópteros e embarcações, além de reformas, ampliações e construções de delegacias e alojamentos na região do Xingu. Na área de segurança deverão ser investidos, no total, R$ 100 milhões.

A previsão é que a empresa gaste um total de R$ 3,7 bilhões para cumprir as condicionantes. Desse montante, R$ 3,2 bilhões serão investidos em mitigação e compensação de impacto e R$ 500 milhões em ações previstas pelo Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu.

De acordo com o consórcio, nessa primeira etapa, R$ 2,9 milhões serão investidos na compra de viaturas – 37 pick-ups, seis caminhonetes e um automóvel. Mais R$ 611 mil serão investidos na compra de 36 motocicletas. O aluguel de um helicóptero, a ser usado durante um ano pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), sairá por R$ 2,8 milhões.

A empresa anunciou ter reformado, a um custo de R$ 550 mil, o prédio para alojamento do 16º Batalhão de Polícia Militar, em Altamira, e está conduzindo obras de reforma do prédio da Seccional da Polícia Civil em Altamira e da Delegacia da Polícia Civil em Brasil Novo. Também está em construção, em Altamira, o alojamento para Seccional da Polícia Civil e do 9º Grupamento de Bombeiros Militares.

Todas as ações já estavam previstas no Termo de Cooperação Técnico-Financeira assinado pela Norte Energia com o governo do estado do Pará, em 2011, com o objetivo de atender à demanda suplementar de segurança pública criada pela construção da usina. Os recursos devem ser usados nos municípios de Altamira, Senador José Porfírio, Placas, Pacajá, Medicilândia, Gurupá, Brasil Novo, Vitória do Xingu, Uruará, Anapú e Porto de Moz.

Por: Pedro Peduzzi
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Lílian Beraldo

Deixe um comentário