Após bloqueio de estrada, índios, quilombolas e camponeses marcam reunião para discutir reivindicações

Indígenas, camponeses e quilombolas agendaram para o próximo dia 3 uma reunião com representantes do Ministério Público Federal no Tocantins, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e a Fundação Nacional do Índio (Funai) para discutir a demarcação de terras de povos tradicionais e melhorias no atendimento à saúde.

Em protesto nas primeiras horas da manhã de ontem (19), eles fecharam um trecho da Rodovia Belém-Brasília, a BR-010, na região do Tocantins. A desocupação ocorreu às 14h30. Os manifestantes temem a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 215, que transfere do Executivo para o Legislativo a demarcação de terras indígenas, e a ação direta de inconstitucionalidade (Adin) sobre o Decreto 4.887/2003, que regulamenta a titulação dos territórios quilombolas.

Em entrevista à Agência Brasil, a coordenadora do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), Laudovina Pereira, disse hoje (20) que o horário e o local para a reunião do próximo dia 3 ainda não foram definidos. Os grupos sugeriram que o encontro ocorra no Acampamento Vitória, localizado no município de Colinas (TO).

Por: Paula Laboissière
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Juliana Andrade

Deixe um comentário