Glória Perez desabafa: “Chega de oportunistas. Estou enojada”

Glória Perez: "Tirei a viúva pela idéia que fazia do Chico"

A novelista acreana Glória Perez procurou o Blog da Amazônia para anunciar que decidiu reagir em relação à decisão da juíza Ivete Tabalipa, da 4ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco (AC), que condenou a Rede Globo a indenizar a família do líder sindical e ecologista Chico Mendes por causa da minissérie “Amazônia – De Galvez a Chico Mendes”.

– Tenho duas fitas gravadas com a Ilzamar no hotel Galvez, em Rio Branco, contando a vida dela com Chico Mendes para a minissérie. Vou anexar ao processo – disse Glória Perez.

A novelista acrescentou:

– Se a juíza do Acre não viu, as outras instâncias vão ver. Que papel triste e desrespeitoso à memória do Chico. Tenho dezenas de fitas com pessoas que conviveram com o Chico. E pensar que ia doar essa preciosidade pra Fundação Chico Mendes.

Questionada pelo Blog da Amazônia se os herdeiros de Chico Mendes teriam assinado algum documento cedendo direitos de imagens, por exemplo, a novelista respondeu:

– Direito de imagem assina quem participa da gravação. Tirei a viúva pela idéia q fazia do Chico. O pior é que não faltou quem avisasse. Eu estava há tempo demais fora do Acre – lamentou Glória Perez.

Glória Perez disse que todas as cenas que a citam Ilzamar Mendes na minissérie, foram detalhadamente descritas pela prórpia viúva: namoro, casamento, lua de mel, vida em comum, curiosidades sobre Chico Mendes:

– Aqui vai um trechinho, onde ela conta como Chico Mendes acreditava e apanhou do caboclinho da mata. Está na minissérie. E viro a página. Chega de oportunistas. Estou enojada – desabafou Glória Perez.

Por: Altino Machado
Fonte: Blog da Amazônia / Terra Magazine 

Deixe um comentário