Saúde do Acre admite falta de medicamentos em hospitais

A farmacêutica do Sistema Assistencial à Saúde da Mulher e da Criança informou à residência médica “estoque zerado” de 43 medicamentos no Hospital da Criança de Rio Branco (AC). Assinado no dia 16 de agosto por Pollyana Aguiar, o documento de duas páginas foi publicado no mural do Hospital da Criança.

Fonte do Blog da Amazônia assegurou que nenhuma providência foi tomada desde então e que a lista de medicamentos com “estoque zerado” aumentou após quase um mês.

Em ordem alfabética, medicamentos com “estoque zerado” no Hospital da Criança: Amboxol, Amicacina, Amiodarona, Ampicilina Atropina, Benzilpenicilina, Budesonida, Baclofeno, Cefazolina, Cianocobalamin, Ciprofloxacino, Clindamicina, Cloreto de Potássio, Cloreto de Sódio, Diclofenaco, Eritrominicina, Diclofenaco, Dipirona, Espironolactona, Gentamicina, Fenoterol, Fentanila, Fluconazol, Iboprufeno, Levobupivacaina, Lidocaína, Manitol, Metronidazol, Morfina, Oxacilina, Prednisolona, Ranitidina, Rocuronio, Salbutamol, Sulfadiazina, Sulfato de Magnésio, Surfactante Pulmonar, Suxametonio, Tenoxicam e Vancomicina.

Consultada sobre o fato, a Secretaria Estadual de Saúde enviou nota em que informa que todas as licitações para a compra de medicamentos foram realizadas em tempo hábil e que as ordens de entrega estão sendo liberadas de acordo com a demanda das unidades de saúde.

De acordo com a Secretaria de Saúde, alguns itens requeridos na licitação foram prejudicados, mas todas as providências já foram tomadas para a aquisição dos mesmos em caráter emergencial.

– Estamos apenas no aguardo da entrega destes medicamentos nas próximas horas. Todos os esforços estão sendo envidados para que os problemas relacionados a medicamentos e insumos da rede hospitalar sejam sanados imediatamente, de maneira que não causem nenhum prejuízo aos pacientes da rede assistencial – afirma a secretaria.

Por: Altino Machado
Fonte: Terra Magazine / Blog da Amazônia 

Deixe um comentário