PF identifica petista no aeroporto

A Polícia Federal reforçou a suspeita de que parte do dinheiro apreendido na terça-feira em Parauapebas (PA) seria destinada à campanha de um candidato a prefeito da cidade. De acordo com a PF, vídeos do sistema de segurança do aeroporto registraram a movimentação de pessoas no momento em que a aeronave em que estavam as mochilas com o dinheiro aterrissou no município — um grupo suspeito de envolvimento com o caso foi identificado após análise das imagens. Entre eles estava Alex Ohana, coordeador político da campanha do PT no município.

A descoberta do dinheiro ocorreu após denúncia anônima recebida pelo juiz, que comandou uma operação no aeroporto de Parauapebas. Segundo testemunhas ouvidas até agora, Ohana e o grupo deixaram o local no momento em que Líbio fazia a apreensão do dinheiro, que estava armazenado em três sacolas. Na próxima semana, a PF começará a ouvir as pessoas identificadas nas gravações.

No avião estavam, além do piloto, um casal. Os três foram ouvidos pela PF em Marabá e liberados em seguida. O flagrante foi dado pelo juiz eleitoral Líbio Araújo Moura, que estava acompanhado por policiais civis e militares. Na Polícia Federal, tanto o casal quanto o piloto negaram saber o destino do dinheiro.

Fonte: Correio Braziliense

Deixe um comentário