Megaprojeto privado cria rota exportadora no Norte

Empresas privadas lançaram um megaprojeto para criação de um novo corredor logístico, capaz de escoar até 20 milhões de toneladas de grãos do Mato Grosso pela Região Norte. O plano se tornou viável com o avanço das obras de pavimentação da BR-163 e vai exigir investimentos de R$ 3 bilhões na construção de estações de transbordo, armazéns, terminais portuários, empurradores e barcaças.

Leia também: Megainvestimento abre nova rota para soja

O plano abre uma nova rota para a exportação de soja e milho colhidos no Médio-Norte do Estado, nos municípios de Sinop, Sorriso, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, cortados pela BR-163. Hoje, praticamente toda a safra na região é escoada a custos elevados pelos portos de Santos (SP) e Paranaguá (PR), a mais de 2 mil quilômetros de distância.

Boa parte dos recursos privados deve ser investida no município paraense de Itaituba, especificamente no distrito de Miritituba, na margem direita do Tapajós, próximo ao entroncamento entre as rodovias BR-163 e BR-230, a 900 quilômetros do cinturão agrícola. O município será uma espécie de “hub”, capaz de receber a produção da região e distribuí-la, em comboios de barcaças, para os grandes portos fluviais exportadores da Bacia Amazônica.

Pelo menos oito empresas já adquiriram terrenos em Miritituba para a construção de estações de transbordo. Quatro delas – as tradings americanas Bunge e Cargill e as operadoras logísticas Hidrovias do Brasil e Cianport – possuem projetos em estágio final de licenciamento ambiental e devem iniciar obras ainda neste ano. As quatro devem investir, no total, R$ 600 milhões em Miritituba e mais R$ 1,4 bilhão na construção dos comboios de barcaças e em aumento de capacidade de seus terminais nos portos de destino.

Para representar os interesses das empresas com planos de investimento no novo sistema, foi criada no ano passado a Associação dos Terminais Privados do Rio Tapajós (Atap).

Por: Gerson Freitas Jr.  
Fonte: Valor Econômico

Deixe um comentário

5 comentários em “Megaprojeto privado cria rota exportadora no Norte

  • 2 de abril de 2016 em 13:42
    Permalink

    Ola,meu nome é Ariovaldo,sou piloto fluvial e operador de porticos.caso alguma empresa precise de um proficional nesta area, estarei a ddisposiçã,obrigado.

  • 28 de março de 2016 em 10:41
    Permalink

    SOMOS UMA EMPRESA DE SÃO PAULO FABRICANTE DE GRADE DE PISO CHAPA EXPANDIDA CHAPA PERFURADA DEGRAU DE PISO CHAPA RECALCADA, ESTAMOS A DISPOSIÇÃO PARA PARTICIPAR DE SUAS FUTURAS CONSTRUÇÕES FONE 11 25974801 CEL 11 998448838

  • 16 de agosto de 2013 em 22:52
    Permalink

    Boa noite coloco á disposição das empresas investidoras em portos tanto em Miritituba como em Barcarena(vila do Conde),áreas de 110ha,com calado de 23 mts com excelente localização esta área fica entre o porto BUNGE e o parto da CDP e o porto da TEFRON,esta área esta com documentação completa,registro de imóveis,titulo definitivo etc…E a de Miritituba é de 45 ha e com calado de 4,5mts.Assim como áreas adjacentes em Barcarena para apoio logístico.Caso haja interesse em alguma área estamos á disposição para enviar fotos da área e documentação

    Para contato solicito ligar 91- 82731550 tim e 91-99142554 oi. ou para email:silvio1202@hotmail.com

  • 29 de março de 2013 em 14:07
    Permalink

    Temos areas de porto em Miritituba.
    Conto 9293293376

  • 27 de fevereiro de 2013 em 9:22
    Permalink

    Olá somos uma transportadora que atumas tanto em São Paulo, Paraná, Sta Catarina e Rio Grande do Sul, se forem necescitar para trnasportar material a suasobras entre em contato, e-mail: constroi.transportes@gmail.com, telefone (91)32554716, celular (91)82065498 – Manoel; para fazer cotação tanto fracionado com cargas diretas ou seja carga fechadas ( carretas ou truques).

Os comentários estão desativados.