MT emplaca secretário de Política Agrícola

Quando assumir a secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura (Mapa), na próxima segunda-feira, o produtor rural Neri Geller pretende direcionar esforços para atacar entraves dentro da política de custeio da safra agrícola. A secretaria é uma das instâncias mais importantes do ministério, responsável pela gestão de risco rural, pelo crédito e pela comercialização agrícola.

Em entrevista ao Valor, Geller, que foi indicado pelo setor rural de Mato Grosso com o aval do senador e megaprodutor Blairo Maggi (PR-MT), afirmou que seu foco será o Plano Safra, com ênfase na regionalização das políticas de custeio e na agilidade da chegada desses recursos ao produtor rural na hora adequada para viabilizar o plantio. “O ministério tem suas grandes prioridades. Mas o foco imediato será fazer com que o custeio chegue ao produtor”, afirmou ele.

Com 1,2 mil hectares cultivados com soja e milho em Lucas do Rio Verde (MT), o novo secretário não vê conflito de interesse em exercer o cargo mesmo sendo um produtor rural – ou seja, um interessado direto nos rumos da política agrícola. “Esse conflito não vai existir. Sou um pequeno produtor rural e tive um papel muito mais voltado ao comércio e à política de classe”, afirmou.

Geller destacou suas atuações na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados durante o período em que foi deputado federal (2007 e 2011) e na vice-presidência Norte da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso (Aprosoja), entre 2007 e 2009, como credenciais para o novo cargo. Em nota, o Ministério da Agricultura informou que também não vê conflito de interesse na nomeação e que a legislação não estabelece esse tipo de restrição.

Geller assume no lugar do secretário interino Edilson Guimarães. Em setembro do ano passado, o presidente da Aprosoja Brasil, Glauber Silveira, foi cotado para o cargo também com o apoio do senador Blairo Maggi, mas desistiu pouco tempo depois.

Por: Fabiana Batista e Luiz Henrique
Fonte: Valor Econômico

Deixe um comentário