Indígenas depredam carro da Funai em Barcelos (AM)

Aproximadamente 100 índios Yanomamis ocuparam o local reivindicando demarcação de terra, melhoria em educação e saúde, infraestrutura, e a permancência do Chefe do Posto no município

Armados com madeiras e lanças, indígenas depredam carro da Funai em Barcelos (Régis Góes/Freelancer)

Aproximadamente 100 índios da etnia Yanomami continuam desde quinta-feira (26) uma manifestação no município de Barcelos (distante 656 quilômetros de Manaus por via fluvial), no extremo Norte do Amazonas, onde ocupam um posto da Fundação Nacional do Índio (Funai). Por volta de 13h deste sábado (28), um dos carros que pertence ao órgão da cidade foi depredado em ataque de fúria dos indígenas.

Armados com paus, cassetetes e lanças, o grupo exige melhorias na saúde e educação, inclusão nos programas assistenciais do Governo e infraestrutura nas aldeias Yanomamis. Além disso, os indígenas também cobram demarcações de suas terras e o retorno do chefe de posto da Funai em Barcelos, Roosevelt Siqueira, pois, segundo eles, existe a possibilidade da Fundação parar de funcionar no local.

De acordo com os indígenas, eles deverão ficar no prédio da Funai até que algum representante em Brasília se manifeste sobre as reivindicações feitas.  O grupo prometeu permanecer no local durante uma semana, ameaçando atear fogo no prédio caso suas exigências não forem atendidas.

Intimidados pelo grupo, funcionários estão impedidos de entrar na Fundação.  Representantes da Funai do Amazonas e Roraima teriam se deslocado até o município para entrar em acordo com o grupo até este domingo (29).

Fonte: A Crítica

Deixe um comentário